21 maio 2014

Diy: Apanhador de sonhos


Antes de mais nada, queria agradecer aos comentários positivos do post passado! Escrever, ou melhor voltar á escrever não é nada fácil! Estava super ansiosa e muito preocupada com as criticas. Acho que não tenho mais as ideias incríveis e criativas que tinha antes e isso me deixa insegura. Mas enfim, o assunto de hoje é outro: Um lindo apanhador de sonhos!
Confesso que nunca fui muito preocupada com essa coisa de sonhos ruins. Acho que fazem parte da nossa vida: coisas boas e ruins acontecem toda hora.
Maas, para quem acredita que um simples objeto pode transformar seus sonhos essa é uma boa ideia. E também existem as pessoas que acham os apanhadores lindos objetos de decoração! Mas lembrem-se, usem as penas sintéticas por favor, a natureza agradece! Ok?



Vou postar dois diys aqui: um de apanhador de sonhos de renda que é puro amor, e o apanhador de sonhos tradicional. Infelizmente o de renda não achei o passo-a-passo escrito, mas pelo que vi na foto, é menos complicado que o tradicional. Vamos lá?




Materiais: Aro, pode ser acrílico ou de madeira (dica pessoal: dá pra fazer com arame ;p); linhas de crochê nas cores preferidas; penas; agulha; tesoura.


Passo 01: Você vai passar a linha pelo arco, deixando sobrar as duas pontas para fazer uma argola de pendurar.


Passo 02: Prenda a linha azul como na imagem, ela é a nossa base para a teia.


Passo 03: É hora de começar a teia, a linha vem sempre de trás para frente. Passe o novelo da linha por dentro do primeiro espaço, puxe e repita este processo em todo o arco. Quando chegar perto do centro, utilize a agulha para finalizar a teia.


Passo 04: Agora está praticamente finalizado, é só você encaixar as penas e decorar como achar melhor. 




Bom é isso, espero que tenham gostado e que façam muitos apanhadores!
Mas antes de ir embora, quero deixar aqui a história desse lindo objeto!
Os videntes nativo–americanos ensinam que a Grande Aranha, teceu a Teia do Universo para relacionar todas as coisas.  Para eles, a Aranha ao mesmo tempo é Avó e Criadora que cria novas energias dentro da existência. Ela tem a "Medicina da Criação". Num dos mitos da Criação, conta-se que no inicio do mundo só havia escuridão, os povos andavam às cegas, e viviam se colidindo, uns com os outros. A vovó aranha que trouxe o sol e o fogo aos índios e ensinou-lhes também a arte de fazer a cerâmica.Conta uma velha lenda dos nativos norte-americanos, que um velho índio ao fazer uma Busca da Visão no topo de uma montanha, lhe apareceu IKTOMI, a aranha, e comunicou-se em linguagem sagrada. A Aranha pegou um aro de cipó e começou a tecer uma teia com cabelo de cavalo e as oferendas recebidas. Enquanto tecia, o espírito da Aranha falou sobre os ciclos da vida, do nascimento á morte e das boas e más forças que atuam sobre nós em cada uma dessas fases. Ela dizia :"Se você trabalhar com forças boas, será guiado na direção certa e entrará em harmonia com a natureza. Do contrário, irá para direção que causará dor e infortúnios". No final a Aranha devolveu ao velho índio o aro de cipó com uma teia no centro dizendo-lhe: "No centro está a teia que representa o ciclo da vida. Use-a para ajudar seu povo a alcançar seus objetivos, fazendo bom uso de suas idéias, sonhos e visões. Eles vem de um lugar chamado Espírito do Mundo que se ocupa do ar da noite com sonhos bons e ruins. A teia quando pendurada se move livremente e consegue pegar sonhos, quando eles ainda estão no ar. Os bons sonhos sabem o caminho e deslizam suavemente pelas penas até alcançar quem está dormindo. Já os ruins ficam presos no círculo até o nascer do sol, e desaparecem com a primeira luz do novo dia"

2 comentários :

  1. Eu acho lindo o apanhador de sonhos. Me alegra ter eles em minha casa. Os dois são lindos, mas o de renda é puro amor.
    PS: Ia adorar que você escrevesse um conto para minha coluna do blog =0.
    http://sabrinaikeda.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir