25 julho 2014

Confissões de uma blogueira desesperada.


Gente, antes de mais nada, viram as novas músicas do blog? Tem um monte lá hahaha. Me empolguei sabe? u.ú Cliquem no play e morram de nostalgia <3

Essa nova tag do blog é a respeito de histórias que vou vivenciando e quero tirar conclusões com vocês! Então, pro primeiro post resolvi contar um pouco sobre a minha personalidade. Vou colocar algumas situações que eu passei e queria saber se vocês conseguem sacar minha personalidade. Quem vai tentar? ;p



Começando pela minha idade mental. Gente, me expliquem, é normal você virar pro seu irmão, pegar o controle remoto e apontar para ele e então gritar: Riddikulus! (feitiço do Harry Potter, que transforma o bicho papão em algo ridículo e engraçado). Sério. Por que eu faço isso? Não sei.

Acho que é meio como uma condição rara. Como quando eu vi um cão vira lata na rua e me apaixonei tanto por ele que resolvi abraçá-lo duas vezes. Do nada. Simplesmente fui lá, chamei ele e o abracei. As pessoas na rua me olhavam como se eu fosse louca, e talvez fosse mesmo, mas ele amou meu abraço e balançou o rabo pra mim ok? Ah, tem também o fato de eu ter prendido um gato. Sim. Eu queria fazer carinho nele e ele não deixava. Quem ele pensava que era? Eu peguei ele e fiz muuuuito carinho no pobre coitado haha. Meu namorado me deu o troco um dia. Ele me pegou pelo pescoço, me prendeu e ficou fazendo carinho na minha cabeça, não me deixava sair de jeito nenhum e disse que era para me dar uma lição .___.

Ok. Isso não foi legal, mas ser desprezada até pelos gatos do The Sims causou isso em mim. Fiquei doida.

O pior está por vir. Eu sou uma idiota sem tamanho. Sério! Quando eu fui para a praia com meu namorado, resolvi que não ia me arriscar muito no mar né? Então. Fiquei lá na área das crianças, no raso. Onde elas mijam, jogam coisas e tal. Enfim. Veio uma mini MINI MINI MINIIIIII MINI onda. Ela me afogou galera. E detalhe: Para a água bater na cintura você precisava sentar na área onde eu tava >____<''

Eu vi a morte aquele dia. Vi meus pés voarem, a água invadir meu corpo, comecei  rezar pros santos que eu nem sei se existem, me desesperei. Aí a água baixou e só deu eu lá. Esparramada como uma porca no chão, olhando ao redor tentando entender o que tinha acontecido enquanto a galera tava brincando na água...

Eu nunca paguei tanto mico em público.

Mas nada supera o dia que eu queimei o miojo. Sério gente. Quando eu falo que não sei cozinhar a galera não acredita, mas eu caguei ferrei o miojo todo. Grudou na panela e quase tivemos que jogar ela fora...

Eu fico imaginando como uma pessoa pode ser tão desastrada. Sério. Eu sou o cúmulo do desastre! E o pior: eu pago muuuito mico mesmo.

Tipo no dia que eu estava no meio do shopping, e meu joelho (ele tem o ligamento cruzado frouxo) resolveu dar uma saidinha básica do lugar. Mas para minha sorte (ou azar) ele voltou no mesmo minuto pro lugar. Só que a dor foi tamanha que eu levei mó tombo no chão e comecei a gritar. Tipo do NADA sabe? Aí todo mundo parou, ficou me olhando com cara de assustado, e de repente quando a dor passou eu levantei e saí andando sem olhar pra trás. Hahahaha gente, eu nem sei o que isso pareceu. 
Demorei para voltar no shopping!

Mas eu admito que nada disso veio de graça... Acho que tudo é questão de universo sabe? O que você faz volta pra você? Pois é. Eu roubei um guarda na terceira série. Um guarda cara, que absurdo. E por que? Sei lá. Ele tava lá e eu também e ele tinha uma correntinha de ouro bacana. No fim achei o que fizemos (sim, minha amiga inseparável tava nessa!) errado demais e resolvi enterrar a correntinha num vaso. (?????????)

Sério a minha burrice desafia as leis do mundo. Os espíritos de revoltam lá no céu galera!

Foi tipo quando roubaram o padre aqui na minha rua. Tá nessa eu não participei mas vi de camarote os meninos da rua levarem a maior dura. Eles roubaram até os santos galera!

Não, e quando eu estava com os meninos da rua (seeempre) e resolveram zoar um menininho pequeno? Eles encontraram uma boneca e resolveram colocar um pano na cabeça dela, branco. Aí encheram o quarto do garoto de velas e se esconderam de baixo da cama. Largaram a boneca na cama, com aquele véu na cabeça e faziam barulhos como se fossem fantasma. O garoto quase infartou lóooogico. Ele correu para chamar a mãe dele, e enquanto isso os meninos debaixo da cama saíram e tiraram as velas e a boneca do quarto, se esconderam de novo. A mãe do menino tava nervosa porque o almoço tava atrasado ou sei lá, e quando ela viu que não tinha nada no quarto deu uma surra no coitado. Gente foi engraçado, mas é pecado rir. Acho que ele não esqueceu esse dia nunca mais >___<''

Isso é muuuita maldade, sério. Tipo quando resolvemos que íamos exterminar os insetos na rua. A gente fez uma armadilha pras formigas galera! Colocamos um pote de açucar e atraímos elas. Então, enquanto elas pegavam o açúcar, colocávamos todos os tipos de produtos de limpeza no mesmo, para exterminar as pragas. Não deu muito certo não...

Mas uma coisa eu digo: Uma das maiores façanhas da minha vida foi uma maldade sem fim. Eu estava com meus amigos da rua (a váaaa). Então, estávamos brincando de comidinha. Pegamos plantas e terra. Começamos a fazer tanta mistura, que não sei como e nem por que fizemos uma mistura rosa. ROSA. A cor ficou ROSA. Era um líquido ROSA. Como? Sei lá. Só sei que pegamos os saquinhos de gelinho que uma amiga da rua tinha e enchemos ele de líquido rosa. Resolvemos então, dar para umas meninas que não estavam brincando com a gente, fingindo que a mãe da minha amiga tinha feito gelinho. Gente. As meninas tomaram aquela coisa. Sério nem sei da onde veio a cor, nem como ficou líquido! Depois resolvemos entre nós que se elas morressem a culpa seria do menorzinho que estava com a gente haushaushau. Fala sério. Ainda bem que cresci e não faço mais essas coisas >____<''.

Mas, isso prova que pelo menos eu sempre fui uma garota criativa. Certo? É.

Claro que passar trote em Deus e o mundo, até em policiais, pular os telhados dos vizinhos, tentar e quase conseguir fugir de casa com um pote de danone e algumas moedas me fizeram uma pessoa melhor. É com os erros que aprendemos u.ú 

Mas essas coisas não saem da minha memória galera. Eu era uma pessoa muito peculiar. Fico pensando se tudo isso influenciou o Universo a ficar meio contra mim. Sabe tipo: Hoje vou pegar aquela vadia... ¬¬' O que vocês acham? Eu nem fiz coisas tão ruins assim vai u.ú hahaha ou fiz? Ç.Ç' Oh god.


7 comentários :

  1. Ri litros agora, vc é corajosa, as coisas "más" que aprontei estão trancadas a 7 chaves...
    Eu sou fissurada com a saga Harry Potter logo acho estranho quem não curta ao menos um pouquinho...
    Bem vc me parece uma garota do bem, mesmo que desastrada... Sem dúvidas vc é apaixonada por animais isso é uma qualidade que admiro nas pessoas.
    Me diverti muito com sua postagem hj ^^

    ResponderExcluir
  2. Acho que nunca ri tanto na minha vida com um texto, HAHAHAHAHA.
    Desculpa, mas sério. Ri super alto aqui na parte do joelho louco no shopping e meu namorado levou um susto, hahahaha.

    E eu também faço coisas estranhas, mas não tenho essa sua coragem de contar pra ninguém não. O que ninguém sabe, não aconteceu, haha. *rindo até agora do negócio do joelho*
    Mas tá, vou confessar aqui e espero não me arrepender: Um dia eu roubei uma boneca de uma menina da minha sala. Ela era super metida e rica, dai quando lançou aquelas bonecas Polly e todo mundo queria, ela ganhou umas cinco e ficava levando pra escola, mas não deixava ninguém brincar! Um dia eu e uma amiga combinamos e quando todo mundo saiu pro recreio nós voltamos pra sala e, enquanto minha amiga vigiava, eu roubei a boneca da mochila da menina, hahaha. Ela só deu falta na hora da saída e a professora queria olhar a mochila de todo mundo, mas dai uma menina aleatória disse que tinha visto uma boneca dessas jogada na areia do parquinho, então acabou que a boneca deu-se por "perdida". Depois de uns dias eu me senti muito culpada, mas a dona da boneca era tão rica que na semana seguinte apareceu com mais umas três novas, então deixei pra lá, hahahaha.
    Criança faz cada burrice né?

    [N]ayh's Wonderland

    ResponderExcluir
  3. Oi Marina!

    Você definitivamente era muito malvada ahhahahahaha Eu não paguei tantos micos assim e nem aprontei tanto haha Já, uma vez, coloquei areia no guaraná e dei pra uns amigos tomarem... Tomaram numa boa e no final, tinha até pedra no copo de um :o Saí ilesa, fiz cara de santa e quiseram processar o lugar que compraram :P

    Beijocas
    http://www.estantedasfadas.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Corajosa você porque não é pra qualquer um contar essas coisas não hahaha Já paguei muito mico também e aprontei pra caramba, agora me aposentei dessa vida u-u
    Amei o layout e playlist do blog <3

    http://sublimecapital.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. kkkkkk Caramba, você é maluquinha. Tbm tenho meus momentos e já paguei muitos micos haha. O legal é que depois de um tempo a gente morre de rir deles kkkk
    http://luludeluxemburgo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. kkkkk... essas coisas acontecem mesmo quando a gente é criança... trotes e tal...rs
    Acho que abraçar o cachorro é fofo da sua parte!
    E sobre o feitiço do HP no seu irmão... tenho conversado muito com minha irmã sobre distribuir certos feitiços desses em pessoas por aí...kkkkk...
    Então, somos duas....
    Bjs, Lu
    http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. HAHAHAHAHAHAHAHA adorei, adoro ler micos alheios =P
    eu também tinha o ligamento cruzado frouxo (já fiz cirurgia pra arrumar) e também já passei dessas de cair e gritar de dor e depois levantar como se nada tivesse acontecido, HAHAHA
    triste fim o nosso!

    Beijos, Champagne Supernova

    ResponderExcluir