04 setembro 2014

Animes que todo mundo deveria conhecer!



Existem alguns animes que simplesmente devemos ver na vida. Ignorá-los, é ignorar um momento. Uma verdade que não podemos negar: Anime pode sim ser educativo ou nos fazer pensar, chorar e imaginar, além da comédia e da leveza dos traços que nos levam á um ambiente mais infantil.
Acho que se sairmos da bolha que é Pokémon, Digimon, Cavaleiros do Zodíaco e Dragon Ball, podemos encontrar coisas realmente estimulantes.
Para marinheiros de primeira viagem aviso: Os trejeitos, exageros e vozes são estranhas. Os cabelos coloridos e os travestis chocam. Mas você vai levar tanta lição de moral que no final, o estranho será você... O que acham de conferir minhas escolhas?
Antes, uma breve historinha:
Para falar a verdade, eu tive uma época obscura na vida. Me lembro que cortei o coração de muitos meninos legais e gentis que gostariam de ser mais do que apenas amigos. Isso porque além de ser uma pessoa dura de coração (lê-se difícil de sentir algo por alguém), quando eu sentia, eu simplesmente não conseguia demonstrar. Nessa época, eu assistia muitos animes quando estava depressiva ou tinha feito algo errado com essas pessoas. Eles realmente me ajudavam e acredito, que me tornei alguém melhor por causa disso.
Claro que não posso falar sobre essas coisas aqui, porque além de pessoais, envolvem terceiros. Mas como a pohaaaaa do blog é meu, eu escrevo o que eu quiser! :D Então vou contar tudo o que eu quiser e os segredos de ninguém, exceto o da galera que escreve pro Conte pro Pássaro estarão á salvo. Muahahaa. Vamos á lista. u-ú


Quando eu penso em Elfen Lied a música tema já aparece como mágica (aqui). Eu comecei assistindo o anime imaginando que fosse sim violento, mas não tanto. Não é apenas o fato das pessoas serem literalmente despedaçadas, mas também pela infância da Lucy, por tudo que envolve os personagens. Me lembro que fiquei chocada ao ver em um anime o estupro infantil ser mostrado de forma tão tensa e complicada. Como a mãe da criança reagiu me deu mais nos nervos. O final do anime nem se fale. O mistério e o alívio se misturam absolutamente.

Sinopse: O anime conta a história de seres humanos mutantes, chamados Diclonius, onde possuem grandes poderes e, que com esses poderes, se tornam uma grande ameaça a humanidade, por isso eles foram presos em um laboratorio pelo governo. Lucy, uma jovem e psicótica Diclonius, consegue escapar do confinamento e brutalmente mata a maioria dos guardas do laboratório. Ela sobrevive e vai parar em uma praia onde dois adolescentes chamados Kouta e Yuka a descobrem. Aparentemente Lucy é apenas uma "menina boazinha" e Kouta e Yuka tomam conta dela e como Lucy não fala, apenas pronuncia("Nyu!"), eles a nomeiam como tal. Porém o lado demoníaco de Lucy não está completamente "dormindo" e ela não está por acaso com eles...

Assistam aqui.


Hakuouki Shinsengumi Kitan é um anime baseado em fatos históricos japoneses, contando a história de um grupo de poderosos samurais que protegeram o Japão e foram os últimos de seus nomes. A fantasia se mistura de forma muito, muito interessante e acaba sendo tão natural, que passamos realmente a acreditar que aquilo é uma realidade possível.
Infelizmente não podemos nos apegar aos personagens, pois, independentemente deles serem ou não principais, eles são seres humanos comuns na trama e podem morrer á qualquer momento.

Sinopse: Hakuouki Shinsengumi Kitan é Baseado no jogo otome lançado em 2008. É um drama/romance sobre Chizuru Yukimura, a filha de um grande médico que desapareceu em uma viagem a Kyoto. Envolvida numa perseguição, Chizuru acaba presenciando um segredo mantido pelo Grupo Shinsengumi. A fim de poupar sua vida, o vice-capitão Hijikata Toshizou decide mantê-la prisioneira do grupo. Estar sob a proteção do Shinsengumi acaba fazendo parte dos planos de Chizuru, movida também pela jornada de encontrar o pai desaparecido na capital de Kyoto. Seu único problema é que os membros do Shinsengumi não acreditam que ela seja uma menina inocente... A história conta com boas cenas de luta, violência e takes sanguinários pros que sentem falta de sangue e um leve romance entre a menina intrusa e o vice-capitão que tenta discretamente protegê-la.

Assistam aqui.


No início Angel Beats parece bem bobinho. Mas garanto, se insistir e acompanhar até os episódios finais, não irá se arrepender. Irá ter uma visão do mundo muito diferente, bonita e utópica. Eu gostaria que o que o anime propõe fosse real, e que poderíamos ter segundas e terceiras e quartas chances como lá é posto.

Sinopse: A história segue a vida do protagonista, Otonashi, um rapaz que perdeu suas memórias sobre sua vida na Terra (que é comum em casos de morte traumática). Depois de acordar da morte, ele conhece uma garota chamada Yuri, que o convidou para se juntar ao Shinda Sekai Sensen abreviatura "SSS"(死んだ 世界 戦線 "Frente de Batalha pós vida") ou "Class 3S" como também é chamado. O SSS, cujo nome muda frequentemente. É uma organização fundada com o propósito de lutar contra Deus, pelo cruel destino que os membros do SSS sofreram em vida.

Assistam aqui.


Sentaaaa! Hahaha. Me lembro até hoje do primeiro dia em que vi Inu yasha na tv. Esse anime marcou minha vida de muitas maneiras e sou completamente apaixonada por ele. Os personagens são únicos, não me lembro de ter visto parecidos em outros animes, justamente por terem sido tão bem desenvolvidos. O romance sem mela cueca e as aventuras divertidas com um pouco de drama para não perder o costume deixa tudo mais interessante. É uma ansiedade esperar pelo próximo episódio e agora que ele foi terminado, ufa! Deu um alívio no coração. É impossível não se apaixonar por esse cachorro pulguento e sua turma.

Sinopse: A história começa em Tóquio, no Japão, com uma garota de 15 anos chamada Kagome Higurashi. Ela vive com sua mãe, seu avô e seu irmão mais novo, Sota, nas terras do santuário Shinto. Quando ela vai procurar seu gato, Buyo, no poço perto de sua casa, um monstro a puxa para o Poço Come-Ossos (骨喰いの井戸, Honekui no Ido) e a leva consigo. Assim, ela reaparece no período Sengoku do Japão. Aparentemente, um yōkai tinha atacado uma aldeia perto do poço, com objetivo de roubar a Joia de Quatro Almas (四魂の玉, Shikon no Tama) e matar a sacerdotisa que a protegia. Por Kagome se parecer bastante com a mulher, acaba sendo atacada por um yōkai. Desesperada, ela acaba libertando o hanyou InuYasha, que estava lacrado por uma flecha sagrada em uma árvore. Embora facilmente salve Kagome, ele se revela um problema maior. InuYasha foi selado na árvore há 50 anos pela sacerdotisa Kikyou, que era a guardiã da Joia de Quatro Almas. Ela pediu que, quando morresse, a joia fosse queimada junto a ela, para que ninguém mais pudesse abusar do seu poder. No entanto, Kagome é a reencarnação de Kikyo e traz consigo a Joia de Quatro Almas. Dessa forma, a joia acaba sendo quebrada em vários fragmentos, que se dispersaram por todo o Japão. Cada fragmento é capaz de garantir um grande poder e, por isso, acaba sendo procurado por seres humanos e yōkais. Então, InuYasha e Kagome se propõem a juntar os fragmentos da joia e evitar desastres que ela pode causar.

Assistam aqui.


Pela primeira vez posso dizer seguramente que um anime foi melhor que o mangá. Full Metal Alchemist (o primeiro, não o Brotherhood) é um anime completamente engraçado, diferente e dramático. Me desculpem quem ama finais felizes e mimimimi, mas o primeiro anime foi um banho de água fria em todo mundo. Lá não havia preferências e nem a felicidade de contos de fadas como todo mundo gosta de sonhar. O final é épico, lindo, emocionante. Porém, sem romance. Por este motivo e por ter seguido uma linha diferente do mangá, muita gente defende o FMA Brotherhood. Eu, por outro lado, amo o primeiro anime, que foi além de triste, bonito.

Sinopse: Ainda crianças, Edward e Alphonse Elric perderam sua mãe. Os irmãos, então, decidem usar seus conhecimentos para tentar quebrar o maior tabu da Alquimia: a transmutação humana. Mas a tentativa dá errado. Ed perde seu braço direito e sua perna esquerda. Já Al perde seu corpo por inteiro e só não desaparece de vez por que seu irmão conseguiu fixar sua alma em uma armadura de metal. É a lei máxima da Alquimia, a “Lei da Troca Equivalente”.
Assim começa a saga dos irmãos Elric. Agora usando automails, próteses mecânicas implantadas no lugar dos membros perdidos, Ed parte ao lado de Al em busca da lendária Pedra Filosofal, a qual, reza a lenda, amplia os poderes de um Alquimista.

Assistam aqui.


Neon Genesis Evangelion é aquele anime que parece clichê. No final, ele se torna absurdamente doido. Não entendemos mais quem morreu ou o que é a consciência. Não entendemos quem é real ou clones. Não conseguimos pensar direito se os Angels merecem ou não alcançar seus objetivos. O problemático protagonista era motivo de ódio por mim. Eu o achava o maior banana do mundo. Já a personagem que eu mais amava... Bem, fazer o que. E antes que me perguntem: Não, ela não morreu. Tecnicamente. De qualquer forma, o apelo psicológico no anime é muito claro e a mente perturbada dos personagens tomam mais tempo do que os problemas causados pelas ameaças do segundo e terceiro impactos.

Sinopse: Neon Genesis Evangelion é uma série de ação pós-apocalíptica que gira em torno de uma organização paramilitar chamada NERV, criada para combater seres monstruosos chamados Anjos, utilizando seres gigantes chamados Unidades Evangelion (ou EVAs). Estes seres são controlados por adolescentes, que por um mero acaso nasceram no ano do Segundo Impacto, sendo um deles o personagem principal, Shinji Ikari. Com outros adolescentes que foram treinados para pilotar os EVAs (por serem compatíveis com os mesmos) e com a ajuda dos membros da NERV, eles tentam derrotar os Anjos e evitar o Terceiro Impacto, que levaria a destruição da humanidade.

Assistam aqui.


Quando você começa a ver Death Note pensa: Mas que porcaria é essa? Calma. Garanto que a partir do segundo episódio você irá acompanhar um suspense absurdamente maravilhoso, com mortes, truques e ciladas que dois personagens incríveis como Kira e L montam ao longo do anime. Os anos passam e a tentativa de um pegar o outro no pulo é excitante e impactante.

Sinopse: Raito Yagami é um jovem estudante prodígio que leva uma vida considerada entediante ao seu ponto de vista. Isso muda quando ele encontra um estranho caderno com o título de "Death Note" no chão em um dia de 2003. No inicio, Raito imagina ser apenas uma brincadeira de mal gosto, mas, após testá-lo, começa a aplicar um "castigo divino" aos criminosos. Não demora para Raito descobrir que o caderno pertence a um shinigami chamado Ryuuku.

Assistam aqui.

Então é isso, espero que gostem das minhas escolhas, mesmo sendo animes conhecidos e "velhos", sei que muita gente por aqui nunca viu sequer UM anime. Por isso, para aqueles que querem começar, indico esses! Me contem se gostaram. Não se esqueçam ;P


5 comentários :

  1. Mari, sempre dou muitas risadas com você ahuasushuas " maaas, como a poha do blog é meu, eu escrevo o que eu quiser ". Concordo! Enfim, eu nunquinha assisti um anime, vou experimentar com suas dicas *-----*

    naquelesetembro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto bastante de animes, dos que vc citou só conhecia Death Note, Evangelion e Inu Yasha.
    Eu gosto muito de Romeu x Julieta, recomendo pois alem de romântico é uma história bem construída.

    ResponderExcluir
  3. Opa, segredos alheios. Conta ai, daqui do seu blog não sai! (ou não) hahaha. >:D
    Eu também sempre fui facinada por animes (e mangás), hoje mal assisto, mas teve uma época obscura na minha infância/adolecencia em que o meu maior conforto e consola estava em sentar no pc para assistir animes, as vezes por horas e horas madrugada a dentro...

    Não conhecia três desses animes (Hakuouki Shinsengumi Kitan, Angel Beats e Neon Genesis Evangelion), apesar de ter ouvido falar dos dois últimos. Recebi TANTO spoiler e coisas loucas de Evangelion que desisti de assistir, haha. Mas de resto eu também gosto bastante desses. Não acompanhei o mangá de FMA e nem o Brotherhood, mas eu simplesmente AMEI o "primeiro". Escrevia altas fanfics na época que saiu, hahahaha. :P

    [SPOILER] E pra minha Death Noter só presta até o L (SPOILER GENTE, PARA DE LER SE NÃO ASSISTIU) xxxxxx morrer. Depois disso fica MUITO chato, meu gsus, quase não consigo terminar o anime de tanta chatice que ficou, na boa. Chorei horrores também. [/SPOILER]

    Enfim, gostei da ideia de recomendar animes, talvez eu faça futuramente no blog também, pode copiar? :D

    [N]ayh's Wonderland

    ResponderExcluir
  4. Me interessei pela tua descrição do primeiro Full Metal Alchemist, só assisti o Brotherhood e tenho um carinho especial por ele, uma vez ou outra brota vontade de assistir algum episódio, quero arranjar tempo para revê-lo por completo. Cada comentário que leio sobre Neon Genesis Evangelion me faz ter mais vontade de assistir e, cara!, quero muito terminar Angel Beats, ano passado comecei mas só vi uns poucos episódios, quando retorná-lo vou ter que voltar para o começo porque nem lembro onde parei.
    Minha última paixão em forma de anime foi Tsubasa Chronicle, não digo que ele é perfeito, a Sakura deste chega a me irritar as vezes, mas CLAMP tem uma gostosura que é só delas, assim que terminei corri pra conhecer xxxHolic.

    ResponderExcluir
  5. Amei! Já assisti a quase todos que você listou.

    diveinthis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir