23 novembro 2014

Melhores filmes adolescentes


Gente, eu não sou grande fã de filmes adolescentes. Mas eu adoro assistir um filme estilo sessão da tarde nos dias que eu estou me sentindo leve, ou apenas quero passar o tempo.
Nada mais gostoso que fazer uma comidinha gostosa, pegar muito refrigerante, sorvete e um cobertor quentinho nos dias de frio, e nos divertir vendo comédias românticas com temas bem simples.
Eu fiz uma lista dos filmes que eu mais gosto, e espero que vocês gostem!


Meninas Malvadas é quase um clássico. Além de ter muita comédia e vingança, eu acho o filme super uma releitura de Patricinhas de Bervely Hills. Este último eu sinceramente não gosto, mas Meninas Malvadas, apesar de ter sido lançado nos anos 2000 é super atual, divertido e cativante. O que eu mais gostei no filme, foi o fato da vilã ter reconsiderado sua personalidade e revisto seus conceitos, e no final se tornado uma garota super legal.

Cady Heron (Lindsay Lohan) é uma adolescente de 17 anos que se muda para um subúrbio de Chicago, nos Estados Unidos, após ter sido criada na África por seus pais zoólogos. Os primeiros amigos que Cady faz na escola nova são Damian e Janis (Lizzy Caplan), dois adolescentes não populares. Mais tarde, ela conhece um grupo de garotas conhecidas como "As Poderosas" - Regina George (Rachel McAdams), a abelha-rainha; Gretchen Weiners (Lacey Chabert), e Karen Smith (Amanda Seyfried) - na sua nova escola.



A história da Nova Cinderela é muito cativante. É uma releitura do conto original, e eu diria que seguiu super á risca o conto de fadas. Imagino que se acontecesse na era atual, seria exatamente assim. Apesar do príncipe bobão, eu adorei a atuação da Hilary Duff, que geralmente não me agrada muito em seus filmes. Também achei a história bem divertida, apesar de ser meio clichê na parte do colégio. De todos os filmes da série, esse é o único que eu realmente gosto.

Sam Montgomery é uma típica garota americana que vive cumprindo ordens de sua madrasta e suas irmãs desprovidas de beleza e inteligência. Certo dia na internet, ela conhece o seu príncipe encantado, e marca um encontro com ele em um baile. Mas quando descobre que sua alma gêmea cibernética é na verdade Austin Ames (o garoto mais popular da escola) ela foge no meio do baile quando falta apenas alguns minutos para a meia-noite. No entanto, se atrapalha e perde o seu celular, e seu amor a procura intensamente, e não desistirá até encontrá-la. Mas ela tem medo de que seja rejeitada e precisa decidir se terá coragem de se revelar ou se esconderá até ele desistir dela. Ela Conta com seu amigo Carter para ajuda-la, mas Shelby a ex-namorada de Austin, atrapalha esse romance quando revela na frente de todos que Sam é a verdadeira Cinderela.



10 coisas que eu odeio em você baseado em A Megera Domada do nosso mais que lindo Shakespeare. Adorei essa releitura (deu pra notar que eu curto releituras? haha') e ainda mais com esse ator que eu amo de paixão, que infelizmente morreu :( Enfim, a história também gay, cheia de revoltas e vinganças. Mas no fim, eu achei super legalzinha de assistir, é engraçado e não tem aquele romance mela mela que eu odeio. Acho que é mais que um clássico, é cultura! u.ú

Em seu primeiro dia na nova escola, Cameron (Joseph Gordon-Levitt) se apaixona por Bianca (Larisa Oleynik). Mas ela só poderá sair com rapazes até que Kat (Julia Stiles), sua irmã mais velha, arrume um namorado. O problema é que ela é insuportável. Cameron, então, negocia com o único garoto que talvez consiga sair com Kat - o misterioso bad-boy Patrick (Heath Ledger).


Superbad é super divertido. A típica história de três adolescentes prestes á sair do colegial, que nunca participaram de algo divertido. Finalmente tudo se torna possível porém, eles terão a noite mais louca de todas. Eu amo filmes assim, é divertido ver como os personagens são levados ao limite e tudo o que eles são capazes de fazer.

Superbad conta a história de Evan (Michael Cera) e Seth (Jonah Hill), dois amigos de infância que estão prestes a se separar para estudarem na faculdade. Tudo gira em torno de um plano: os dois, junto com Foggel (Christopher Mintz-Plasse) e sua falsa carteira de identidade, pretendem comprar ilegalmente bebidas para uma festa colégio, com o intuito de impressionar Jules (Emma Stone) e Becca (Martha MacIsaac), amores platônicos de Seth e Evan, respectivamente. No caminho se encontram com todo o tipo de confusões, incluindo a eventual amizade entre Foggel e os policiais Slater (Bill Hader) e Michaels (Seth Rogen).



Me joga no chão e me chama de cachorra, mas Divergente é um filme gostoso de assistir. Não é dos melhores, claro, mas ele é super razoável. Tem romancezinho, ação que eu adoro, e uma história futurista que sempre vai me interessar.

Cem anos após uma devastadora guerra ter destruído grande parte do território e da população global, um novo sistema democrático foi criado pelos remanescentes da guerra, foi uma ideia inovadora que trouxe ordem, paz e prosperidade aos habitantes de uma futurista Chicago. A sociedade inteira foi dividida em cinco grupos de pessoas, denominados de: Facções. Foram criadas cinco facções, e todas trabalham na manutenção da cidade, desempenhando funções em diferentes setores. Cada facção tem um determinado nome e cultivam virtudes específicas, são elas:

Abnegação - Que cultiva o Altruísmo;

Amizade - Que Cultiva a Harmonia, a Paz e o Perdão;

Audácia - Que Cultiva a Coragem e a Ousadia;

Franqueza - Que Cultiva a Verdade, a Justiça e a Imparcialidade;

Erudição - Que Cultiva o Conhecimento e a Lógica.

E não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível na sociedade, é viver abandonado em extrema pobreza sem ter acesso à quaisquer direitos.

Beatrice Prior nasceu e cresceu na Abnegação, mas o Teste de Aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, que determina a que facção querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma Divergente - tendo aptidão para mais de uma facção. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é, ao mesmo tempo que esconde de todos o fato de ser uma Divergente, pois isso a torna uma ameaça em potencial ao sistema estabelecido, e pode significar sua morte. Beatrice faz uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre a sua vida, o seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.




A Hospedeira é um filme que infelizmente não fez jus ao livro. Mas mesmo assim, achei gostoso de assistir. Eu amo essa história, porque envolve alieníginas, e amo ets. Enfim, eu gosto do romance, porém gosto de todos os dramas que envolvem os personagens.

Em The Host, o planeta Terra é invadido por um inimigo despercebido. Os humanos são transformados em hospedeiros dos invasores: passam a não ter mais sua própria consciência, enquanto o corpo permanece igual e a vida prossegue sem qualquer mudança aparente. A maior parte da humanidade não consegue resistir.

Quando Melanie, um dos poucos humanos que ainda não haviam sido capturados, é encontrada, ela tem a certeza de que chegou o fim. Peregrina, a alma invasora a quem o corpo de Melanie é entregue, havia sido avisada sobre o desafio de viver no interior de um humano: emoções avassaladoras, excesso de sentidos, diversas recordações presentes. Mas existe uma dificuldade com que Peregrina não contava: a dona anterior do corpo combate a posse da sua mente.

Peregrina esquadrinha os pensamentos de Melanie, na esperança de descobrir o paradeiro da resistência humana. Melanie inunda-lhe a mente com visões do homem por quem está apaixonada — Jared, um sobrevivente humano que vive na clandestinidade. Incapaz de se libertar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a sentir-se atraída pelo homem que tem por missão denunciar. No momento em que uma inimiga em comum, a Buscadora, transforma Peregrina e Melanie em aliadas involuntárias, as duas lançam-se numa busca perigosa e desconhecida pelo homem que amam.

Eventualmente, Peregrina passa a viver com um grupo de humanos resistentes, encontrando dificuldades para ser aceita e um grande risco de ser assassinada. Porém, algumas das pessoas do local se aproximam dela, incluindo o irmão mais novo de Melanie, Jamie, e um dos residentes locais, Ian O'Shea.



Battle Royale ou Jogos Vorazes é outro filme de aventura que eu adoro. Apesar de ter partes meio melosas, eu gosto muito de todo o drama e toda a força da Katiness.

Num futuro distante, boa parte da população é controlada por um regime totalitário, que relembra esse domínio realizando um evento anual - e mortal - entre os 12 distritos sob sua tutela. Para salvar sua irmã caçula, a jovem Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) se oferece como voluntária para representar seu distrito na competição e acaba contando com a companhia de Peeta Melark (Josh Hutcherson), desafiando não só o sistema dominante, mas também a força dos outros oponentes.



Mais uma história de contos de fada. Gente, O Diário da Princesa é muito legal mesmo de assistir. Ver a garota desajeitada se tornar a mais linda das princesas? Nossa, isso enche os meus olhos.

Mia é uma garota de 16 anos tímida e insegura que acredita que seu único objetivo na vida é ser invisível. Tímida e desajeitada, ela é apaixonada por Josh Bryant, um dos garotos mais bonitos e vaidosos do colégio, mas ele namora Lana Thomas, uma líder de torcida fútil e arrogante que tem como passatempo zombar de Mia, e ainda tem que lidar com a situação de sua mãe namorar um de seus professores. Esse pensamentos e situações mudam radicalmente quando ela conhece Clarisse Renaldi, sua avó e rainha de Genóvia, um pequeno país na Europa, e que quer a todo custo colocar Mia no trono do país, já que seu filho e pai de Mia, Phillipe, era o príncipe governador de Genóvia, antes de morrer. Assustada com a descoberta, Mia acaba revelendo seu segredo para a desajustada Lilly Moscovitz, sua melhor amiga, e Michael, irmão mais velho de Lilly e apaixonado por Mia em segredo. O segredo porém acaba sendo revelado por um dos funcionários de Clarisse, colocando então a pacata vida de Mia Thermopolis de cabeça para baixo.


Harry Potter é provavelmente a série mais famosa do gênero. Eu amo o fato de ter crescido junto com a história, de a cada ano que passava, ter surgido um novo filme. Isso é muito legal mesmo.

A história começa com o mundo dos bruxos, que tenta manter-se secreto dos Muggles - termo traduzido para o Brasil como "Trouxas" e para Portugal como "Muggles" (aqueles que não são bruxos). Por muitos anos este mundo foi aterrorizado por Lord Voldemort (Tom Marvolo Riddle). Na noite da sua queda, Voldemort encontrou o esconderijo da família Potter, e matou Lily e James Potter (em português, Lílian e Thiago Potter). Entretanto, quando voltou sua varinha contra o bebê dos Potter, Harry, a maldição da Morte (Avada Kedavra) ricocheteou e voltou para si mesmo. Voldemort só não morreu por causa de suas Horcruxes, porém, com o corpo destruído, ele tornou-se um espírito sem poder, procurando refúgio em lugares escondidos do mundo. Enquanto isso, Harry foi deixado com uma cicatriz em forma de raio em sua testa, o único sinal físico da maldição de Voldemort. Desde então, Harry tornou-se conhecido no mundo dos bruxos como "O Menino que Sobreviveu", por ter sido a única pessoa que sobreviveu a uma maldição da morte.

O órfão Harry Potter é criado pelos seus tios, os trouxas Valter Dursley e Petunia Dursley. Porém, enquanto o seu aniversário de onze anos se aproxima, Harry tem seu primeiro contato com o mundo mágico quando faz o vidro do zoológico sumir e quando recebe cartas da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, que são destruídas pelos seus tios antes que ele possa lê-las. No seu décimo primeiro aniversário, Harry é informado por Rúbeo Hagrid, o guarda-caças de Hogwarts, que ele é um bruxo e por isso tem uma vaga na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts.

Cada livro registra um ano da vida de Harry em Hogwarts, onde ele aprende a usar e controlar a magia. Harry também aprende a ultrapassar muitos obstáculos mágicos, sociais e emocionais que enfrenta em sua adolescência e na segunda tentativa de ascensão de Voldemort ao poder.




Ella Encantada é aquele filme comédia pura, com um romance bobo e muita aventura. Adoro o fato de terem recriado a idade média com recursos como os nossos, tipo um shopping center.

Quando Ella nasceu, foi abençoada pela sua fada madrinha com o dom da obediência, que é ao mesmo tempo uma maldição. Ella tem de obedecer a tudo o que lhe ordenarem, por mais disparatado ou malévolo que seja. Quando ela era criança, já era mau, mas tudo piora quando, passado alguns anos depois da morte da sua mãe, o seu pai se volta a casar e traz para casa uma madrasta cruel e duas meias-irmãs sinistras, que ao descobrirem o dom de Ella, aproveitam para que ela faça tudo o que elas querem. Farta de sofrer às mãos de todos, Ella foge de casa com um livro mágico, à procura da fada madrinha para lhe pedir que retire o indesejado dom. Durante a sua viagem, Ella entra em perigosas e sombrias florestas nas quais encontra um mundo de fantasia, um belo príncipe e as mais estranhas personagens (tais como duendes, anões e gigantes) que a irão ajudar.



Stardust é um filme lindo, que eu amo ver. Ele é como um conto de fadas. Adoro como o personagem principal se apaixona aos poucos pela Estrela Cadente, como ele descobre que aquela por quem era apaixonado não valia nada e como a mesma se ferrou no final'.

Conta a história de um balconista Tristan que não tinha nenhuma ambição na vida a não ser conquistar o coração da bela Victória, que nada sente por ele. Em uma noite, uma estrela cadente surge nos céus e ele promete ir buscá-la para dar de presente à amada, como prova do que sente. Porém, para isso, ele terá que atravessar uma grande muralha protegida por um incansável sentinela. Do outro lado do muro, Tristan irá conhecer um mundo novo e encantado, que ele nunca imaginou, Stormhold.

Ele com o poder da vela da Babilônia logo encontra a estrela e percebe que na realidade ela é uma mulher chamada Yvaine. Ao saber da presença dela, a cruel bruxa Lamia passa a caça-la atrás do coração de uma estrela que dá imortalidade a quem possuir. Tristan e Yvaine também tem que fugir dos príncipes de Stormhold que precisam encontrar o colar que Yvaine usa, um rubi que o último rei arremessou para o céu e fez com que a estrela caísse.

Então é isso, são os filmes que eu selecionei. Quais vocês acrescentariam? Comentem por favor :p

5 comentários :

  1. Filmes para adolescentes dos anos 80 e 90 são os melhores, parece que os produtores só querem fazer hj em dia fantasia e deixaram de lado a boa e velha comédia romântica, gostei muito da sua lista, 10 coisas que odeio em vc e Meninas malvadas são clássicos da comédia e romance na minha opinião, Os diários da princesa são bons tb. H.P. é minha paixão então sou suspeita, da sua lista só não assisti ainda Ella Encantada.

    ResponderExcluir
  2. Divergente, Jogos Vorazes e Harry, são os meus xodós! Meninas Malvadas, eu até enjoei de tanto assistir.

    Superbad, 10 coisas que eu odeio em você, a Hospedeira e Stardust, não os conheço, vou assisti-los.

    Adorei o post!

    Beijos, http://verbomaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie.
    Acho que entraria na lista de Teen, na minha opinião, Meninas Malvadas e Ella, mas HP é vida, entra em qualquer lista <3
    Um filme que assisti esses dias e achei demóóis, bem teen, beirando o Glee, é Pitch Perfect. Se não me engano o nome em português é a Escolha perfeita... acho.
    Muito bom esse filme, tava meio receosa, mas superou minhas expectativas e estou louca pelo 2 :)

    Bjooos
    http://www.azul-calcinha.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Stardust, Ella, Meninas Malvadas, Harry Potter, 10 Coisas Que Eu Odeio em Você, O Diário da Princesa... Só filme bom, nossa. <3
    Eu não gosto dessas classificações de filmes, tipo "teen", se eu gosto do filme, pra mim ele é apenas um bom filme e fim. :)

    [N]ayh's Wonderland

    ResponderExcluir
  5. Amo filmes para adolescente ( teen). Meninas Malvadas, A historia da nova Cinderela, 10 coisas que eu odeio em você, Superbad. Agora um filme que confesso que nunca parei para assistir mesmo é sempre fiquei curiosa e o Harry Potter. Eu sei que já se passou tanto tempo, mas, sei la, me da uma preguiça hehe. bjs

    http://joicyrecco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir