09 fevereiro 2015

Superando o fim do namoro


Como eu disse anteriormente, não queria falar sobre isso porque não queria expor as pessoas. Mas alguns comentários me fizeram ver que pode ser uma ajuda pra outras pessoas falar sobre meu ex relacionamento.

Uma menina me enviou um email essa semana, pedindo que eu contasse como fiz para esquecer meu ex, pois ela está passando por isso e está muito triste. A história dela é um pouco diferente, porque o ex namorado chegou a bater nela, dizendo que odiava meninas que se humilhavam, só porque ela foi pedir uma segunda chance.

Bom, eu não acho que lutar por quem amamos seja humilhação. Mas também, não acho que devemos colocar outra pessoa acima de nós. Eu acabei fazendo isso no meu namorado e deu a maior merda.

Pensem na namorada que fazia toda atividade digital do namorado, que fazia a parte dele nos trabalhos, que vivia comprando docinhos porque sabia que isso fazia ele feliz etc. Essa era eu. Claro, que ele me deu muitas coisas em troca, mas de verdade, ele nunca fez nada parecido. Me lembro de ir mais cedo em dia de prova só para fazer resumo pra ele. E quem acabou pegando DP? Eu, claro.

Então assim, no começo, meu ex namorado era super carinhoso, fofo e fazia de tudo pra me agradar. Depois que ele viu que eu estava "ganha" (palavras dele), ele dizia que não precisava mais fazer de tudo por mim.
Eu por outro lado, era FELIZ fazendo de tudo mesmo por ele. Deixava de comprar coisas para mim para poder dar algo pra ele, porque vê-lo feliz era a minha felicidade.

Claro que pra ter dado errado, eu também fiz muita coisa errada. Por exemplo: Eu não queria ir em festas ou sair com ele, sendo que ele odiava ficar em casa. Com o tempo, e por ele eu resolvi mudar. Então comecei a ir mais em festas e a sair com ele.
Porém, apenas eu mudei no relacionamento. As coisas que eu pedia pra ele mudar com exceção do ciúmes doentio dele, não melhoraram.
Sobre o ciúmes dele, ele dizia que NÃO confiava em mim, vivia me perguntando se eu já tinha traído ele, e se eu conversasse com outro homem mesmo que fosse amigo dele também, dava briga.
Isso me afastou dele.

Outra reclamação dele pro fim do namoro, foi a falta de tesão. Eu não queria mesmo fazer sexo com ele. Motivos? Ele dizia que carinho após sexo era falsidade, por isso assim que acabava ele ia jogar video game ou dormir. Óbvio que eu me sentia horrível, e perdi a vontade de fazer as coisas com ele. Nem calcinhas novas eu comprava (antes amava comprar toda semana aquelas de renda), porque ele simplesmente não ligava pros meus sentimentos, então eu parei de ligar pros dele.

Foi aí que parei meeeesmo de me arrumar com mais frequência, só quando íamos pra uma festa.
Isso pesou.

Porém, eu jamais deixei de amá-lo pelo fato dele usar havaianas e bermuda até na faculdade. Outra coisa é que eu sou muito bagunceira e ele odeia isso. Okay, erro meu.

Então assim, eu acho que quando o amor acaba, encontramos vários motivos pra terminar. Porque quando existe amor, encontramos vários motivos pra continuar.

Por mensagem ele me disse que terminou porque eu não gostava de usar shorts.
Foi aí que parei e pensei: Estou sofrendo por uma pessoa, que ao invés da minha presença, prefere as roupas que eu uso? Que quer que eu seja algo que não sou, que me vista da forma que eu não gosto e fique me comparando á meninas que saem com o namorado até pra ir no bueiro da porta de casa e usam micro saias? Desculpe, mas não.

Eu quero um amor de verdade, daqueles que colocam minhas necessidades na frente das dele.
Que aceite tudo que eu faça por eles e agradeça por isso.
Que esteja comigo pelo que sou, não pelo que visto.

Então, eu superei porque lembrei de todos os sermões que ele me dava, dizendo que eu não me empenhava na vida, mesmo ele sabendo de todos os problemas que eu estou superando em casa.
Ainda mais por ele pegar cada semana um bicho novo, sendo que é a mãe dele que sustenta e ele achando ser o dono do mundo.

Percebi que ele era egoísta.
Percebi que ele nunca me amou.
Percebi que ele quer uma mulher gostosa.

Eu não sou nada disso. Sou bagunceira, preguiçosa e dorminhoca. Amo jogar video game, gosto de ópera e não ligo de ficar sozinha em casa num sábado.
Eu me visto da forma que me sinto confortável, e o fato de nunca ter tentado sequer botar um shorts é porque sempre que colocava levava o sermão "de olha como você fica bem de shorts, que mania de viver de calça, parece maluca".

Eu percebi que tenho amigos. Que tenho família. Que tenho a mim.
Notei que não quero alguém que tenha ficado uma semana comigo no hospital quando eu estava internada, e que eu agradeço imensamente e eternamente, mas que no dia que eu saí ainda muito doente, me fez ir pra um shopping lotado gastar toda grana que eu tinha juntado num presente de natal pra ele, porque ele queria o presente NO DIA DE NATAL. E que nem mesmo um cartão me deu, dizendo que não tinha dinheiro mas no mês passado tinha gasto R$800,00 em action figures na Comic Con. Sacas?

Não quero alguém que simplesmente ache que o amor é muito POUCO pra sustentar um namoro e que carinho é futilidade.

Quero aquele amor que me leve pra frente. Que me olhe com amor. Que me admire. Que esteja ao meu lado, eu esteja usando shorts ou calça.

Percebi que sou feliz por tantos motivos lindos, como minha família, minha faculdade, minha vida, que eu não preciso dele para seguir em frente.

Sei que um dia, encontrarei a pessoa certa. E todos iremos, mais cedo ou mais tarde.
Só não quero perder tempo com quem não me ama.
Eu não quero amar sozinha num namoro.

Essa é minha história triste de amor ♥
Conte a sua,
compartilhe suas experiências.


Lembrete: Meu ex namorado pode ter errado comigo assim como eu com ele. Mesmo assim ele é uma pessoa maravilhosa e é cheia de qualidades. Todos erramos, todos temos defeitos. Não está no nosso direito julgar, e ele com certeza aprendeu com os erros assim como eu. Neste texto, coloquei todos os MEUS pontos de vista do fim do relacionamento e os dele são com certeza completamente diferentes. Por isso, busque sua felicidade, independente da opinião dos outros. Seja e faça feliz, apenas.

10 comentários :

  1. Com certeza você vai achar um homem que te valoriza! Isso serve pra Marina e pras outras meninas do blog. Ainda existem homens bons.

    ResponderExcluir
  2. E aqui, meninas, percebemos que existem MENINOS BABACAS. Por que HOMEM não age assim. Assim como, claro, existem MENINAS BABACAS e MULHERES. Mas isso é outra história.
    De qualquer forma, acho que quando a pessoa está com a outra só para não ficar sozinha, por interesses ou por qualquer outro motivo que não envolva amor/felicidade que sente estando com ela, não é legal. Um relacionamento é difícil sim. Exige muito das duas partes. Sim, DAS DUAS partes. Não adianta se sacrificar, se "humilhar" como disseram, se o outro não quer dar o braço a torcer as vezes. Acho que temos sim que mudar um pouco para podermos ter um relacionamento harmonioso onde o amor nunca vá acabar, mas sem nunca deixarmos nossa essência de lado. Se você realmente não gosta de usar shorts ou se adora jogar video-games num sábado a noite, não dá para forçar a mudar.

    A partir do momento em que você começa a se sentir melhor e mais feliz sem a pessoa do que com a companhia dela, acredite, não tem mais esperenças.

    [N]ayh's Wonderland

    ResponderExcluir
  3. Concordo contigo a 100%. Ainda arranjaremos a pessoa tal para nós, não temos de aguentar essas porcarias.
    Beijinho
    http://adonadasushi.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  4. eu terminei meu namoro de dois anos em outubro, nos namorávamos a distância, era muito longe e ele não tinha condição de vir na minha cidade sempre, além de fazer faculdade. Eu tbm não ia porque minha família e tradicional demais e eu não costumo desrespeitar, portanto, a gente vivia brigando por tudo, tudo mesmo, besteiras, bobeiras, então um dia, no meio de uma briga eu terminei e até o momento não voltei, ele vive dizendo que me ama, e eu sei, no fundo acho que amo ele tbm, só que preciso amadurecer e espero isso dele também. O futuro a Deus pertence, quem vai saber né?

    Sobre sua história, os homens no começo são lindos e fofos, mas de repente tudo muda, e eu não sei porque. Sobre presentes, nunca gastei mais de 200 reais, eu ria na cara dele, falando se ele estava brincand comigo, quando pediu um boné de 300,00 reais, o bom é que ele brincava mesmo.

    Se não foi muito incomodo curti a minha fã page pra ficar por dentro das novidades, se curtir avisa que eu curto a sua :)
    https://www.facebook.com/pages/Secret-Place-/342334659263255?ref=bookmarks

    http://alinesecretplace.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Mariiiiii, que lindas suas palavras. Gostei muito de tudo o que você falou. E acho que você foi muito madura ao falar tudo isso com toda a sinceridade do mundo. Acho que pode ajudar muita gente que está passando por isso. E quem ainda não passou, vai ler e vai ficar avisada :3
    Relacionamento é uma coisa complicada não é? Parece que foi feito para dar errado. Mas como você mesmo disse, quando amamos, nós encontramos motivos para ficar e quando não amamos, encontramos motivos para ir. Infelizmente, foi isso o que ele fez. mas tenho certeza de que você ainda vai encontrar o seu amor, tenho certeza disso. Vc é uma menina linda e super especial. E estou falando de coração, não apenas porque estou aqui.
    Um grande beijo e continue com esse conta para o pássaro. É um projeto maravilhoso :)
    Um beijão enorme
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Belo post, gata! Nunca devemos priorizar mais a pessoa do que a nós mesmos. Sou casada há muitos anos, mas sempre tento fazer esse exercício, sabe? É difícil, mas é o certo.

    Bjos e obrigada por compartilhar.

    chuvadecamelias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie florzinha, tudo bem?
    A melhor coisa de quando um relacionamento acaba, é poder fazer um balanço e ver que você não estava sendo feliz, pois não estava sendo você. No relacionamento o outro deve complementar e não pesar.
    Força. tenho certeza que encontrará alguem que te complete e que você possa ser você sempre.
    http://sabrinaikeda.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Ainda estou tentando entender o que é o amor. Fico extremamente chateada com histórias assim. Por mais que seja uma pessoa maravilhosa, ele esqueceu de crescer e tornar um homem. É lógico que quando somos jovens, gostamos de alguns detalhes infantis no nosso namorado, mas em momentos que geram conflitos, como o seu, eles tem que tomar postura de homem. Se com tudo isso que passaram, ele culpou os shorts, ele realmente nunca te amou.
    Namoro a 4 anos, amo meu namorado e não pretendo terminar. Mas é difícil. Ele fica estressado com a família, com o serviço e com os amigos e tudo cai em cima de mim. As vezes ele fica tão distante, tão voado e se perdendo em jogos que até me fez parar de jogar. Mas me sinto tão bem com ele e sei que ele também se sente assim. Não saímos muito pois somos muito caseiros, mas outros casais se surpreendem por saber que jogamos vídeo-games juntos, compartilhamos jogos, acompanho ele em jogos de futebol, ajudo ele e outras coisas mais. Somos extremamente diferentes, eu ouço rock e ele axé a sertanejo, temos estilos totalmente diferentes, vemos as coisas de jeitos diferentes, mas acho que isso nos completa e nos tornamos um ligado ao outro. Um dia, pode ser que cheguemos a terminar com não sabemos o dia de amanhã, mas por enquanto isso ainda não aconteceu. Mas nada termina realmente, até que nós dois deixamos de existir na história.

    Beijos! ♥
    Blog | Instagram | Canal no Youtube

    ResponderExcluir
  9. Lendo o que escreveu cheguei a conclusão que seu ex é imaturo e mimado, não esta pronto para um relacionamento e vc não foi o problema, pois quando alguém ama e respeita supera as diferenças.
    Continue assim, firme, quando for o tempo certo vc encontrará um homem que te ama, respeita e te aceita como vc é :)
    Um abraço o/

    ResponderExcluir
  10. Você merece um homem e não um garoto. Com certeza vai arranjar alguém que seja sincero, amoroso e respeitoso. Muitas vezes o desabafo eh libertador. Vc sentiu que devia desabafar e ajudar as pessoas com a sua história de vida e isso eh maravilhoso! Muitas meninas passam pela mesma situação e não tem coragem de terminar por conta da dependência emocional. Adorei o post! Bjsss www.janelasingular.com.br

    ResponderExcluir