06 julho 2015

Preguiça


Sabe quando você já passou por tantas situações decepcionantes que de repente tem preguiça de conhecer novas pessoas e viver novas experiências? Pois é. Ultimamente tenho reparado que muitos amigos estão na mesma situação que eu. Todos estamos desanimados com as pessoas, e ninguém está de fato procurando um amor ou se dedicando á um namoro.

Parece que todo mundo resolveu que chega de viver á dois, e vamos viver por nós mesmos. Sanar nossas necessidades carnais em uma balada e depois ir viver nossa vida como se não houvesse ninguém pra dividir as alegrias e dar força nos problemas. Por que?

De repente todo mundo se preocupa apenas em sair bem na selfie e parecer feliz e decidido nas redes sociais. Em ficar rico e bastante feliz no emprego. Em conquistar viagens e roupas caras. De repente todo mundo endureceu seus corações como pedras e resolveram que o mundo não é para dois. Ou eu que estou viajando e não estou enxergando mais as boas pessoas, que procuram pequenos prazeres na vida e são felizes em compartilhar seu mundo com um par ideal.

Posso estar sendo romântica demais, mas os textos de amor verdadeiro foram substituídos por livros infanto-juvenis onde os personagens vivem aventuras ao lado do grande amor. E por incrível que pareça, esses livros só afastam pessoas de verdade da gente. Porque colocam os personagens como seres perfeitos, como centros do universo e mostram uma realidade que não existe. E todo mundo espera a pessoa tão perfeita quanto a do livro e quando e não encontra, simplesmente resolve viver sozinha e adotar um gato.

É mais fácil conviver com a solidão do que dividir o amor com outra pessoa. E dela esperar companheirismo e compreensão, e devolver á ela respeito e solidariedade.

É mais cômodo se jogar no twitter e tumblr, postar coisas depressivas e dizer que sofreu por amor, quando nunca nem se soube o que é de fato, o amor.

Pessoas apressadas, preocupadas com suas carreiras e o "pouco tempo que tem pra curtir a vida" e no fim não aproveitam nada, não sabem nada, não vivem nada.

Por isso tenho preguiça das pessoas.

É tudo um grande círculo. Pessoas errando sempre nos mesmos lugares, de formas diferentes. Pessoas sempre egoístas engolidas por um mundo capitalista e ilusório. Pessoas que em nada acrescentam e que apenas estão existindo, ao invés de estarem vivendo.

E você, já viveu hoje? Já arriscou um eu te amo sincero ou tomou de fato uma atitude amorosa? Já disse ao seu parceiro que o ama? Ou deu cobertor pro morador de rua que sente frio? Ou uma palavra de consolo pra um amigo entristecido? Já plantou uma árvore ou regou uma planta sedenta? Acariciou um cachorro preso na garagem do vizinho que sente muita solidão?

Você viveu hoje, ou apenas existiu?

Texto inspirado por uma conversa ~non sense~ com meu amigo, Fá.

7 comentários :

  1. Amei o texto, super lindo.

    http://alinesecretplace.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Antes de conhecer o meu atual namorado, estava na mesma situação.
    Estava cansada de conhecer pessoas, porque todos os encontros que eu ia tinha o mesmo fim.. Ai fui ficando com preguiça achando que seria sempre igual.. ainda bem que me enganei..

    Hoje tenho preguiças para amizades,pois sempre que me apego a uma ha uma decepção..
    =(

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto! A correria do dia a dia faz isso mesmo... dá uma certa preguiça ficar desvendando o que as pessoas querem, fora que tem muita gente falsa. Existem muitas pessoas bacanas por aí, com certeza a vida se encarrega de trazê-las para nós. bjsss www.janelasingular.com.br

    ResponderExcluir
  4. Uau, esse texto fala tudo. É o tipo de coisa que acontece o tempo inteiro. Eu, por exemplo, tem dias que vivo e tem dias que sobrevivo. São confusos e não consigo determinar o que realmente quero. Adorei o texto!

    Beijos,
    www.laisaguimaraes.com.br

    ResponderExcluir
  5. Sábias palavras, moça. Eo pior é que estive lendo uma pesquisa feita e que confirma o que vc escreveu, as pessoas estão preferindo serem solteiras do que ter relacionamento a dois. Mas devemos ser nós mesmos, acreditar nos nossos valores independente do modismo.
    Um abraço moça, estou feliz por vc voltar com suas postagens :)

    ResponderExcluir
  6. Oi! Lindo seu texto e nos faz refletir sobre nossas atitudes. Vivemos em um mundo de aparências e glorificação própria. É difícil ver alguém que se preocupa com alguém além de si mesmo. Muitos livros, filmes e até mesmo novelas nos iludem sobre o "perfeito", mas mesmo assim não deixo de ser romântica e de acreditar no amor!
    Beijos

    http://bazardefoto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Uau esse texto deixa muito que pensar! Acho que já todos sentimos o mesmo. O mundo pode não ser um lugar perfeito mas eu vou ser sempre aquela menina sonhadora que acredita no amor eterno.
    Seguindo aqui :)
    http://bloguedacatia.blogspot.pt/

    ResponderExcluir