27 janeiro 2016

Bons motivos para começar a ser feliz


Resolvi que a partir desse ano tudo será diferente. Não quero mais viver de passado, do que poderia ter sido ou o que eu deveria ter feito e não fiz. Agora, quero assumir as minhas escolhas e as coisas que acontecem na minha vida, abraçar as oportunidades e agarrar meus sonhos. Não vou mais ser a garota melancólica do ano passado, que achava que viver coisas novas era "experimentar de tudo". Não. Esse ano, irei cultivar boas amizades, irei procurar novas sensações e alegrias, dentro do que acho certo e possível. Finalmente abri meus olhos para verdades simples, que costumava ignorar por ser uma criança mimada. Crescer é mais difícil do que parece, e ás vezes é preciso tomar decisões difíceis que podem arcar consequências ainda mais duras.

Por isso, esse ano resolvi colocar algumas ideias na minha cabeça, para que daqui para frente a vida seja mais leve e feliz, e que dessa forma consiga passar pelas dificuldades da melhor forma possível.


A primeira atitude é assumir que a minha felicidade só depende de mim. Claro, existem fatores externos que podem contribuir para isso como o bem estar da minha família, por exemplo. Mas de forma geral, apenas eu posso fazer com que as coisas aconteçam. Não posso mais sair por aí depositando meus sorrisos e expectativas em outras pessoas. Fiz muito isso com namorado, e é errado, porque todos nós somos pessoas individuais, com nossas próprias vontades e sonhos. Ninguém é obrigado á carregar consigo os sonhos e anseios de outra pessoa também. O que podemos fazer é dividir a felicidade e o peso das mares altas. Fora isso, somos só um pontinho de luz no meio do grande universo, como as leves poeiras de estrelas que somos, e não podemos ir além disso, por mais que a gente queira acreditar que os filmes e seriados inspiradores e cheios de superação infinita sejam verdadeiros.

Com isso, a minha segunda atitude se torna aceitar. E não, não confundam com conformismo. Aceitarei que existem coisas que as pessoas conseguem e não conseguem fazer. Tem gente que consegue passar por cima do orgulho para se desculpar, tem gente que não consegue. Tem gente que consegue mudar as atitudes, ser menos grosseiro ou egoísta e tem gente que não consegue. Tem gente que transforma a raiva e a inveja em força de vontade para superar os próprios problemas e seguir em frente e tem gente que não consegue.
A grande verdade do mundo, é que ninguém consegue verdadeiramente mudar. E isso eu posso explicar: Nós temos a nossa essência, nossas convicções e nossas sabedorias. Estes dois últimos podem mudar com os anos de vida, experiências vividas e sofrimentos/felicidades. Porém a nossa essência é tudo aquilo que somos verdadeiramente, é a massa do bolo, a estrutura toda. O que a massa do bolo sempre tem? Farinha, áçucar, ovos, sal, fermento. Dependendo do sabor do bolo, temos mais ou menos ingredientes básicos e até mesmo são acrescentados ou substituídos novos. Mas no geral, sempre será a mesma farinha, fermento e ovos que estarão na composição. E isso acontece igualzinho com o ser humano... Existem pessoas que conseguem mudar um pouco de sua composição na vida, deixam de ser agressivos para serem mais compreensivos, trocam o ciúmes por auto confiança. Mas muitas vezes, esses ingredientes são impossíveis de serem mudados sem acabar com o bolo... 
É por isso que essa história de "comigo vai ser diferente" ou "graças á mim ele vai mudar" é pura ficção... Mas vejam bem, também acredito que toda regra tem exceção. Embora, para mim seja mais real que se a pessoa mudou de verdade, é porque no fundo ela não era daquele jeito que demonstrava ser, que ela sempre teve boas coisas dentro de si, e só faltava colocar para fora. 


Também resolvi que quem não arrisca não petisca. Acho que quando uma porta se fecha, podemos abrir uma nova. E é isso que quero fazer daqui para frente... O mundo tem tantos caminhos há seguir, acho difícil que nenhum deles dê certo para mim. Por isso, uma coisa que não vou deixar morrer é minha fé e disposição para sempre tentar coisas novas. Acho que é isso que todo mundo precisa para se sentir mais motivado: mesmo que pareça um beco sem saída se acalme e olhe melhor. De repente de um ângulo diferente tudo pode mudar. Existem coisas que podemos fazer para mudar todos os dias e que muitas vezes deixamos para depois, ou nem tentamos com o pensamento de "ah não ia dar certo mesmo, minha vida é uma droga". Se o pensamento é negativo não existe boa atitude que melhore a situação. Todo mundo sabe o que fazer para melhorar as coisas, e um bom exemplo é a atual situação do nosso país. Todo mundo sabe sim o que deveríamos fazer para mudar e melhorar tudo. Mas não fazemos porque está cômodo demais, porque ainda temos comida na mesa e internet á vontade, ainda temos pão e circo e isso é mais que o suficiente. Mas daqui uns anos, quando essa bomba estourar de verdade e nossa geração começar a ver todo mal que fizemos á nossos filhos e netos por sermos omissos e acomodados, não haverá muito mais o que fazer. Teremos de deixar a luta pros jovens e torcer para que eles se empenhem mais que nós.


Enquanto todo mundo está ocupado com suas próprias guerras de ego e Big Brother Brasil, o nosso país está caindo pelas tabelas.

Admito que me animei muito com os inícios das manifestações que cobriram as ruas do Brasil com pessoas que pareciam lutar e defender o que era nosso. A ideia de O Brasil Acordou encheu meu coração de felicidade porque era o que eu esperava desde os meus 12 anos de idade. Eu sempre tive certeza que a minha geração era especial, era diferente e que tinha vindo ao mundo para fazer a diferença. Mas infelizmente, era só pelos 20 centavos mesmo, que é mais uma prova do egoísmo e da burrice do povo.
Os 20 centavos vão doer de imediato em nossos bolsos, já os bilhões roubados pelo governo, não me atingem diretamente. Eles vão me pegar nos preços altos do mercado, da gasolina e da saúde. Mas isso, eu não vou ver direito. Enquanto milhares de pessoas estão sem voz, perdidas em meio á pobreza e falta de respeito, eu estou aqui no meu pc lendo coisas legais, comendo besteiras e conversando com os boys magias. Não vejo as pessoas largadas nas filas dos hospitais e muito menos as pessoas que não tem dinheiro nem para comprar o pão, porque estou ocupada demais nas redes sociais escrevendo lindos discursos sobre o feminismo, o racismo ou a corrupção na polícia. Eu vejo os noticiários, fico chocada, escrevo belas palavras no facebook e depois vou ficar linda para aquela balada chique. E assim, é a vida e visão de muitos brasileiros. Ostentando o que não tem, se matando de trabalhar para comprar uma maquiagem da MAC e esquecendo que tem o vizinho do lado que mal consegue comprar uma caixa de leite. Esquecendo dos aposentados, das pessoas menos favorecidas.

Não vou ser hipócrita. Muito do que faço é divagar e escrever sobre o assunto. Ás vezes tento ser de alguma ajuda com o que posso oferecer. E imagino se todo mundo fizesse o mesmo como seria nosso país? Ás vezes você ajuda muito uma pessoa idosa, que já perdeu tanto na vida e hoje se encontra sozinha cheia de sabedoria para passar, apenas conversando umas horinhas com ela. Ás vezes aquela idosinha só precisa de atenção e em trocar você receberá palavras e histórias cheias de sabedoria. De repente levantar no ônibus para ceder seu lugar para uma moça grávida irá ajudá-la muito naquele momento, e se o exemplo se espalhar quando você estiver grávida alguém fará o mesmo por você. Talvez não usar identidade falsa para pagar meia no cinema te faça criar um caráter de honestidade nato, e a desconfiança no país diminua um pouco fazendo com que as pessoas se aproximem mais, temam menos. 

Muito do que podemos fazer para melhorar o país está em pequenas atitudes que tomamos todos os dias. E de repente, de pequenas atitudes podemos nos unir com força e daí realmente fazer alguma coisa para melhorar o governo. Podemos exigir políticos honestos e que cuidem de nós. 

E é essa ideia que precisamos alcançar. Pequenos atos, grandes resultados. Vamos parar de jogar lixo no chão, vamos parar de furar a fila no banco. Vamos parar de roubar o netflix do vizinho. Vamos ser pessoas melhores, honestas e parar com esse jeitinho brasileiro que é uma bela merda. Não tem que ter jeitinho brasileiro porra nenhuma! Tem que ter uma sociedade decente, com pessoas decentes convivendo juntas. Pelo amor de Deus para de xingar a amiguinha de vadia e começa a fazer alguma coisa por você, pela sua vida.

Eu acho que já ficou claro, mas a situação do país me preocupa demais. E sabe porque? Por que como Peter Quill disse sabiamente para Rocky, PORQUE EU SOU UMA DAS IDIOTAS QUE MORA NESSE PAÍS. (No caso dele foi galáxia, mas aqui nós somos um pouco mais singelos) então parem de querer ir morar nos Estados Unidos e comecem a melhorar onde vocês vivem. Porque se todos os brasileiros conseguirem ir para um país civilizado das duas uma: ou matam a gente ou destruímos tudo que é civilizado por lá. 

Entendem? Não é só mudar de país. É mudar de ideia.


A última coisa e a mais importante: Vou parar de me preocupar com o que os outros acham. Não me entendam mal, não quer dizer que vou ser aquelas pessoas insensíveis que fazem o que quer e não se preocupam se isso vai ou não atingir outra pessoa. Estou dizendo que vou parar de ficar triste se alguém acha a roupa que estou usando feia, se alguém acha que eu deveria estar trabalhando ou estudando em tal coisa, se fulana pensa que sou uma vadia ou se ciclano disse por aí que me acha feia. 

Gente isso não me importa! O que importa é que todos os dias que eu olhar pro espelho, eu sinta orgulho da pessoa que sou. Que eu me sinta linda. Que eu me sinta livre. Quem realmente for importante na minha vida vai se aproximar por livre e espontânea vontade, sem eu precisar me moldar á nada e essa pessoa vai tirar suas próprias conclusões, decidindo se quer ficar ou partir. E é isso com todo mundo e a vida gira. Não podemos ficar presos á querer agradar todo mundo, á querer ser linda o tempo todo, sair bem na foto todas as vezes, parecer legal todo o tempo com medo da pessoa me odiar. Não, não vou mais ser refém da opinião dos outros. Quero ser quem eu sou, com meus sonhos e defeitos á mostra e quem quiser comprar esse pacote, que compre.

E você? O que vai mudar? O que vai melhorar neste novo ano e nos próximos? Cuidado, esse pode ser o último ano da sua vida. Tente não desperdiçá-lo.

8 comentários :

  1. Lindo post.

    http://alinesecretplace.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline meu amor, tudo bem não ler o post... Mas vc não se esforça mesmo nos comentários hein? Uma moça linda e criativa como eu sei que você é, deveria váriar os LINDO POST e ADOREI O POST por: NAO TO NEM AI PRO QUE VC ESCREVE, SO QUERO NÚMEROS NO MEU BLOG ENTAO VIM DIVULGAR. Sinceridade faz bem pra alma ♥♥

      Excluir
  2. OLÁ LINDAA!!! amei seu blog, que design lindo, bem parecido com o meeeu shasuhahusuhauhsuhasuhauhsuhauh bem parecido mesmo !
    Já conhece o BQI? visita lá.

    Se seguir eu sigo de volta ♥

    www.blogueiraqueinspira.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. oi, oi.

    que texto inspirador, Mari. sério. eu tbm to nessa vibe de planejar os próximos passos e me jogar na vida sem pensar demais, porque isso cansa, atrasa os nossos planos e nos priva de muita coisa.

    eu quero ser mais e, pra isso, preciso me arriscar. a resposta é só uma: ou vc vai ou levanta voo. e pras duas temos solução: se cair, é só levantar. se levantar voo, é só aproveitar o momento. simples assim.

    sorte pra gente nessa caminhada em rumo à felicidade.

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E vamos conseguir porque o principal já temos: vontade de mudar! ♥

      Excluir
  4. Lindo post, Marina, acho que vou pegar algumas dessas coisas pra mim também, principalmente a parte de parar de ficar olhando pro passado e viver melhor a minha vida, as vezes sinto que peco muito nisso e espero que esse ano seja diferente. E o melhor de tudo é que isso depende da gente e de mais ninguém.
    Beijoss
    www.vidaemmarte.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que bom que você se inspirou *---* com certeza tudo vai melhorar!

      Excluir