31 janeiro 2016

O jeitinho brasileiro



Finalmente o Marcelo Adnet tá fazendo algo que preste! E essa paródia é perfeita.
Tudo o que ele cantou é a maior verdade. Como podemos exigir um governo decente, hospitais dignos e policiais honestos se nós mesmos não conseguimos ser cidadãos DECENTES? E quando digo decente, não estou dizendo que precisamos ser exemplares, porque nenhum ser humano é. Mas pelo menos, agir corretamente perante á sociedade.

Exemplos práticos:

  • Não fingir que está dormindo quando entra idoso, grávida, deficiente físico ou criança de colo no transporte público.
  • Não falsificar a carteira de meia entrada do cinema.
  • Não ficar assediando moralmente as pessoas da rua (ô gostosa, ô lá em casa hein?, ô bichinha, ô viado, ô pra puta que pariu vocês).
  • Não sonegar impostos.
  • Não comprar produtos piratas (sim já fiz isso, principalmente dvds, hoje não mais)
  • Não dirigir bêbado, porque você pode provocar um acidente.
  • Não furar filas.
  • Não roubar os amiguinhos, mesmo que seja a caneta bic da faculdade.
  • Não fazer gatos nos vizinhos.
Lembro de uma vez fui no Anime Dreams com meus amigos. Saímos cedo de casa, nos arrumamos e gastamos uma grana para chegar até o lugar. A fila estava gigante e mesmo assim teríamos conseguido comprar nossos ingressos tranquilamente se tantas pessoas não tivessem furado a fila. Sério, tinham adultos furando a fila na frente de nós, crianças. Resultado? Quem chegou cedo acabou não entrando no evento e perdendo o dia. Na época fiquei brava com os funcionários do evento, prometi nunca mais ir porque achei um absurdo não ter fiscalização nas filas. Mas gente, vamos pensar: A fila estava enorme, a maioria das pessoas ali eu acredito que NÃO ERAM RETARDADAS então porque o evento precisava disponibilizar dezenas de pessoas para ficar tomando conta de um bando de gente na fila ao invés de ajeitar os últimos retoques do evento lá dentro? Porque assim como eu, eles não imaginavam que as pessoas fossem tão ridículas.

É por essas e outras que ninguém confia em ninguém nesse país, que ninguém ajuda ninguém. Porque não dá. Você faz sua parte, mas o outro não faz e você passa anos sendo chamado de TROUXA (sim, porque quem é honesto e faz aquilo que qualquer sociedade decente exige, é chamado de trouxa, lerdo) e fica vendo "os outros se darem bem ás custas de quem faz tudo direito". Isso irrita, isso cansa e chega uma hora que você chuta o balde e diz: Quer saber? Quero que se dane.

Aí nesse momento, várias pessoas começam a não ceder o lugar no ônibus ou não devolver a carteira cheia de dinheiro valendo um $ iphone pro dono. 

Mas gente, essa NÃO É A RESPOSTA. Vai por mim. Continuem SIM fazendo A SUA PARTE. Sabe por que? Porque precisamos que o bem seja maioria, e não podemos ceder nesse momento. Saiba que você pode achar que o amiguinho honesto está sendo trouxa, mas o verdadeiro TROUXA é você, que continua sem moral para exigir saúde, segurança e educação. É você que vai continuar eternamente vivendo nessa merda, que cada vez afunda mais. É você, meu querido, que vai dar esse futuro pros seus filhos. E é você que terá seu exemplo seguido pelos jovens, que será tratado feito lixo quando estiver grávida ou idosa. Então, ou você toma uma atitude, ou o mundo tomará por você. E bom, acho que se o mundo continuar educado como você, meu lindo e linda amiga que dá sempre aquele jeitinho brasileiro... Espero não estar por perto para ver seu futuro.

A pior coisa que você pode fazer na vida, é se omitir. Quem se omite não evolui e nem faz o ambiente ao redor evoluir.
Pense nisso.


6 comentários :

  1. Como professora, luto para mostrar que o jeitinho brasileiro não vale a pena. É difícil, mas a gente não desiste, não é mesmo?

    Beijos,

    Algumas Observações

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas não vamos desistir NUNCA! Precisamos SIM criar uma consciência ♥

      Excluir
  2. oi, oi.

    adorei o vídeo. bem realista mostrando as verdades do dia a dia dos brasileiros. infelizmente, nós temos que evoluir muito ainda como seres humanos. estamos muito acostumados com a mordomia e, talvez, por isso, ainda continuamos estagnados. eu tento todos os dias fazer tudo correto e ser exemplo, porque sonho com um país-destaque pra nação. é meio utópico, mas, é melhor acreditar do que relaxar.

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E você está certo! É isso mesmo que precisamos fazer, nossa parte ♥

      Excluir
  3. Hoje eu estava conversando exatamente isso no trabalho... o povo não chega na hora certa, quer se dar bem e quando alguém é promovido dizem "ah, com certeza puxou o saco do chefe".. rsss ê Brasil!!!

    ❥Blog: www.amigadelicada.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre assim né? Nada pode ser por nosso mérito e sim porque fizemos algo duvidoso pra conseguir. Triste triste x.x

      Excluir