22 janeiro 2016

Sobre a faculdade


Acho que ninguém entendeu direito o por que eu ter parado a faculdade de Biologia. Inicialmente, estava difícil para mim continuar naquela sala por motivos pessoais. Além disso, a faculdade foi vendida para um grupo nordestino, causando muitos transtornos pros alunos e piorando demais o ensino, causando revoltas e muitas desistências.

Começando do começo: Como decidi que queria fazer Biologia? No colégio ainda, assistindo uma aula com meu professor favorito, Marco, e vendo ele explicar tudo sobre genética senti uma grande inspiração dentro de mim. Estava num momento que não sabia o que fazer... Me lembro que na aula de português a professora nos mandou fazer um texto sobre os nossos objetivos pro futuro e eu não tinha NENHUM. A única coisa que pensava era se teria uma Playstation. Não me lembro de sentir vontade de seguir nenhuma profissão... Obviamente tinha algumas aptidões, como amor á História Mundial e facilidade com a escrita, o que poderia me levar á ser Historiadora ou Jornalista. Ao mesmo tempo eu sentia que não era isso... E algo dentro de mim dizia que faltava alguma coisa. Ao assistir aquela aula foi como se tudo acontecesse diante dos meus olhos. Eu simplesmente sabia que precisava fazer Biologia, era como se uma voz gritasse para mim o quanto era importante.

Fui tentar entrar na Universidade da minha cidade, mas o curso não tinha aberto no justo ano que fui prestar. Então, para não ficar parada e meio que obrigada pelo meu pai, entrei no curso de Nutrição. Odiei aquele curso, não tinha nada a ver comigo, mas ao mesmo tempo me dei muito bem e aprendi bastante. No ano seguinte, mesmo meu pai não querendo segui meu coração e fui entrar na Biologia, tendo eliminado algumas matérias pelo um ano de curso na área da saúde.

Lá, eu descobri que era realmente isso que eu amava, que eu queria. O problema é que eu assim como praticamente todo mundo da turma desanimamos muito com o curso por dois motivos: O primeiro é que era impossível encontrar emprego na área. Sério, procurei MUITO por um estágio em laboratórios que era a área que queria atuar e quando vi que não ia conseguir de jeito nenhum acabei atirando para todos os lados em qualquer área que me oferecessem. Mesmo assim, 0 resultados. O único estágio que eu consegui era na área que eu não queria atuar e resolvi passar a oportunidade pro meu namorado (o louco de dois posts atrás, lembram?) porque era a área que ele mais queria atuar e ele realmente tinha muito talento. Achei injusto trabalhar em algo que eu não gostava e deixar uma pessoa que queria aquilo mesmo de fora.

Outro grande motivo foi que a Universidade foi vendida para um grupo nordestino péssimo. Os caras além de cobrarem até mesmo atividades ONLINE e aumentar significativamente a mensalidade, demitiram vários professores excelentes colocando outros nada legais no lugar. O lugar se tornou uma bagunça, estava impossível até mesmo ir na secretaria porque eles nos tratavam feito lixos. Além do mais, mudaram a grade mudando várias matérias. Isso foi o que mais me motivou á sair.

Eu pensei que iria voltar no próximo ano em outra faculdade para terminar o curso, mas percebi que precisava de uma coisa: dinheiro. Primeiro porque as mensalidades de Biologia não são nada baratas e não estou numa condição financeira legal para bancar, ainda mais com a mamis doente.

Também não vejo futuro na profissão porque infelizmente no nosso país biólogo só serve para ir á programas de TV levando lagartos e aranhas para mostrar curiosidades sobre os mesmos. Ninguém reconhece um grande biólogo por detrás do diagnóstico do câncer, na fabricação de antídotos ou na cura de várias doenças.

No Brasil a ciência é limitada, ninguém investe. Todo mundo está preocupado com sub celebridades ou esteticistas, e não dão á mínima importância para pessoas que trabalham duro para descobrir melhorias para a vida de todos, que lutam para manter o ecossistema saudável e que tentam a todo custo cuidar da fauna e flora.

Quando a última árvore tiver caído,
quando o último rio tiver secado,
quando o último peixe for pescado,
vocês vão entender que dinheiro não se come


Meu grande sonho era ser Bióloga Marinha ou Astrobióloga. Mas minha área de interesse se estendia para herpetologia e análises clínicas. Vejam, muitas áreas bacanas das quais eu podia atuar mas que infelizmente não dão UMA oportunidade, pelo menos não onde moro. E não pensem que não procurei emprego em São Paulo porque fui até a pqp tentar uma chance. Fiz milhares de currículos, me cadastrei em sites de emprego como Catho e conversei com conhecidos. Não foi preguiça, além do mais eu podia contar nos dedos os alunos da minha sala que estavam atuando na área. Eram cerca de 3 pessoas, numa sala de 25. O resto estava sempre com o mesmo discurso de que não conseguiam emprego de forma alguma. Detalhe que desses 3 alunos, dois conseguiram empregos com conhecidos.

Como podem ver, pausar meu sonho não foi de graça e muito menos fácil para mim. Todos os dias penso em como gostaria de estar terminando meus estudos, de como seria maravilhoso trabalhar com o que eu realmente gosto. Mas infelizmente me falta $$$ verba. No momento de crise do país, onde tudo está caro e onde o salário não está entrando, não tenho MESMO condições de pagar uma boa faculdade, mesmo com bolsa. E admito, não tenho a menor chance de entrar em uma pública por dois motivos: O primeiro seria que para entrar numa faculdade gratuita eu precisaria pagar um belo cursinho para concorrer á vaga e esses cursinhos são igualmente caros á mensalidade. Outro motivo seria o gasto absurdo com o transporte para chegar nessas faculdades que ficam muito longe de onde moro.

Como opção pensei em fazer cursos de fotografia por exemplo, pois assim posso iniciar uma nova carreira e ganhar algum dinheiro. Me interesso muito por fotografias e fotojornalismo seria uma boa.
Infelizmente não posso fazer exatamente o que mais amo, porque não tenho condições. Mas isso não me desanima e não me deixa abalada. Novas oportunidades podem surgir e um dia eu posso voltar e concluir o curso.

O que vocês tem que pensar quando forem fazer sua faculdade são duas coisas: O que eu gosto e sou bom, e o que vai lucrar? Porque a menos que você tenha boas condições financeiras, consiga uma boa bolsa de estudos ou tenha alguém que possa financiar seu curso, você precisará SIM de dinheiro. Eu fui na de que eu tinha que fazer o que amava independente de ser algo que dava ou não dinheiro e me ferrei. Descobri que primeiro tenho que ter dinheiro e depois posso fazer o que quiser. Claro que toda regra de tua exceção e não quero desmotivar ninguém, estou apenas contando a minha experiência.

Admito que acabei tendo muito azar com tudo que aconteceu, mas que também não estaria conseguindo pagar a mensalidade sem um estágio e de qualquer forma teria de parar. Infelizmente, um emprego de meio período para pagar a mensalidade que seria uma boa solução não deu certo para mim, porque por incrível que pareça para trabalhar em qualquer lugar ou você é indicado ou você precisa estar estudando na área. O único lugar que daria para trampar seria o shopping, mas com horário de trabalho escravo desse lugar eu não conseguia conciliar os estudos e nem me dedicar direito. Ou seja: troquei 6 por meia dúzia.

Mas ainda acredito que apesar de ter dado "tudo errado" isso pode ter acontecido para que novas oportunidades surjam e a vida me leve por caminhos inesperados.

E lembrem-se: comecem jovens. Saiam da escola e vão sim fazer um curso, uma faculdade. Tentem, testem. Se não der certo não desanime, continue á nadar :)

10 comentários :

  1. Nossa eu tive uma grande dificuldade em escolher meu curso, acho que todo mundo fica assim.

    http://alinesecretplace.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela post, Mari! Eu precisava. À minha mãe também diz para eu fazer primeiro uma faculdade que dê lucros, que tenha oportunidades no mercado de trabalho, e depois fazer algo que eu goste.

    Vou me esforçar esse ano. Ainda mais, porque estudo em uma escola pública. Queria MUITO entrar em uma universidade pública, mas, realmente, fica longe daqui. :/

    Tá certa, Mari! Siga seus sonhos, você, de certa forma, já é ótima em fotografia! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que toda profissão tem grandes chances de lucrar, mas algumas são mais difíceis que outras e ás vezes precisamos nos destacar para lucrar.

      Excluir
  3. oi, oi.

    eu tinha lido o post e te incentivado a voltar, mas, depois de tudo isso. minha dica: corre daí! poxa, não imaginava que tu tinha passado por esse tanto de coisas, além do mais, numa faculdade privada. =/ eu estudo numa faculdade privada e de vez em quando passo por alguns absurdos, mas nada que chegue perto disso.

    eu super concordo contigo: as vezes essas coisas acontecem pra que outras oportunidades maiores cheguem pra ti. to aqui na torcida por ti.

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, achei que dei a impressão errada no outro post e por isso escrevi como tudo aconteceu de forma mais detalhada ;)

      Excluir
  4. ''E lembrem-se: comecem jovens. Saiam da escola e vão sim fazer um curso, uma faculdade. Tentem, testem. Se não der certo não desanime, continue á nadar :)'' bela frase, e é isso mesmo o que tem de se fazer. amei mesmo o seu texto e você tá certa. até me identifiquei quando eu não queria nada com a vida, descobri o que realmente queria.

    http://thesweetmomentts.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Marina!
    Comecei o texto animada em ver outra pessoa apaixonada pela Biologia, assim como eu. Mas, termino ele triste, por saber que não tais mais realizando o teu sonho. Imagino o quanto deve ser difícil, mas te pergunto se não há algum jeito de cursar em Universidades públicas...?
    Eu faço o 5º período de Ciências Biológicas aqui em Florianópolis, na Universidade Federal de Santa Catarina, e eu fiquei pensando que aqui são muitas oportunidades pra quem não tem muita grana. Começando pela moradia estudantil, o pessoal mantem um condomínio só pra estudantes da universidade, onde o pessoal que tem menos grana e é de fora, mora. Além disso, o Governo ajuda com uma bolsa de permanência pra quem não consegue se manter sozinho também, sem falar das isenções no Restaurante Universitário, onde o pessoal pode almoçar e jantar... e, além de tudo isso, você pode tentar uma bolsa de iniciação científica, dentro de um lab da universidade, fazendo o que tu gosta. Claro que nada disso é assim fácil de conseguir, mas eles analisando a situação, acredito que não negarão.
    Enfim, falo isso porque seria muito bom se você seguisse os teus sonhos, independente do dinheiro. Sempre aprendi que ele vem como consequência quando tu faz algo que ama, e é nisso que penso nos momentos de desânimo com a profissão.
    Infelizmente, os biólogos não são bem reconhecidos mesmo (um concurso aqui da prefeitura está oferecendo a mixaria de 2900 reais pra um biólogo), mas existem algumas áreas que a gente pode se dar bem, ainda mais se você quiser se aventurar como professora e pesquisadora de uma universidade. Fui em casas de alguns professores pra confraternizações e sempre me animei, vendo o quanto eles vivem bem, sendo biólogos (e a maioria sendo um casal de biólogos mesmo haha assim como eu e meu namorado).
    Enfim, meu comentário está gigante, mas te digo pra tentar mais uma vez, talvez as chances sejam maiores em uma universidade pública, não precisa ser aqui, mas alguma perto de você... tenta fazer cursinho ou algo assim, pra refrescar a memória e faz vestibular de novo. Se você se ver dentro do que ama, tenho certeza que tudo vai valer a pena.
    Beijoss
    www.vidaemmarte.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah eu não posso morar fora de casa, mãe ta doente :( acredite, tentei tudo que podia, mas onde moro não existem muitas possibilidades MESMO. Mas mesmo assim, acho que você deve ser seu sonho e não desanimar porque sim, existem áreas bem remuneradas

      Excluir